segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Uma Última Aula...por Francisco Domingos


Aula dirigida a Alunos, Antigos Alunos, Pais, Professores, Assistentes Operacionais, Amigos...
Local: Ginásio, da Escola Secundária de Peniche
Horário: 21 horas (a aula começa às 21:30, queremos estar todos presentes antes do Professor)
Material: Caderno e caneta

domingo, 26 de outubro de 2014

Francisco Domingos (Ultima semana de aulas na Secundária de Peniche)

Se antes não houve quem tivesse demonstrado a este HOMEM a sua importância nas suas vidas, pensamos que esse momento pode ser agora. A este Homem, que faz da arte de ser professor uma renovação constante, queremos dar-lhe os parabéns pelo testemunho de vida cristã, cuidado, dedicação, carinho e amor dispensado aos seus alunos.
Escola Secundária de Peniche

De nome Francisco Gonçalves Domingos, nascido a 31.janeiro.1953, estava a cumprir serviço militar quando, a 13 de Outubro de 1976, foi convidado pelo então Prior da paróquia de Peniche, Manuel Bastos de Sousa, a leccionar a Disciplina de Religião e Moral (designação da altura), na Escola Industrial de Peniche. Desde então, nunca mais abandonou esta grande família de alunos e antigos alunos de Educação Moral e Religiosa Católica da atual Escola Secundária de Peniche, à qual deu início há 38 anos.
Professor Chico, como habitualmente é tratado, apaixonado pela sua vocação, deixa de parte as barreiras que separam a sua vida dentro e fora da sala de aula. “Mundo” em que nos transmite os melhores valores e qualidades que um ser humano deve ter (à luz de Cristo), não sendo estes conteúdos apenas teóricos, mas também vivenciados/experienciados no seu modelo de vida pessoal, contribuindo para a construção da pessoa excelente que é, e através destes, transmite horizontes para as nossas vidas.
Um homem profundamente humano, de carácter, um exemplo/modelo de professor, amigo, solidário e generoso, um cidadão cristão. Entrega-nos na totalidade a sua vida e o seu Ser, numa missão de ensinar, não só letras e conhecimentos, mas valores como a esperança, paz, solidariedade e coragem para enfrentarmos, sem medo, uma sociedade onde é preciso contribuirmos e ajudarmo-nos uns aos outros, onde nós não valemos por aquilo que temos, mas antes por aquilo que somos capazes de fazer com e aos outros.
Não dá para imaginar o tamanho da sua responsabilidade. Este professor tem que conhecer e misturar a educação fornecida pelos pais e por toda a família dos seus alunos (que possuem uma história de gerações passadas), com características individuais de cada aluno e outras quantas características que provêem da nossa e das outras sociedades, para de seguida nos dar a conhecer um coração grandioso (que quase não cabe dentro do nosso peito) que é a sua principal “arma”.
 Só um grande amor a esta família de EMRC e fé em Jesus Cristo e sua Mãe (nossa padroeira) pode suportar esta responsabilidade de transmitir e ser exemplo dos valores transmitidos a gerações de pais e filhos de Peniche.
Esta responsabilidade não é um “esforço a mais” para este GRANDE homem porque ele exerce a sua profissão com uma entrega total, uma entrega de coração e aí os “pesos” tornam-se mais fracos diante da alegria e amor da sua vocação. Como se costuma dizer “há-de chegar a altura para o descanso do Guerreiro. Até lá…” O professor Chico já desafia e cativa alunos de Moral a fazer peregrinações de Peniche até Fátima a pé há 30 anos, experiência única que nos leva sempre a viver grandes momentos de encontro connosco mesmos, com os outros e com Cristo e sua/nossa Mãe do Céu. Centenas e centenas de jovens trabalham árdua e voluntariamente durante semanas para colaborar em generosas campanhas de Natal da Escola, que entre muitas e muitas outras coisas belas, alimentam famílias mais carenciadas do concelho, contribuem com géneros para várias Instituições, já construíram uma escola em Bajob, Guiné-Bissau, sempre som o “coração em Moçambique” campanha que levou uma tonelada de géneros alimentares e material escolar, possibilitam ceias natalícias aos mais simples (pessoas mais pobres) e muitas outras coisas. Inúmeras são as atividades que nos proporciona, e que nos fazem crescer imenso, reconhecendo nos outros o rosto de Cristo, e ensinando-nos ou relembrando-nos a «Deixar por onde formos caminhando brilhante sinal da nossa bondade» (Lema do aluno de EMRC da Escola Secundária de Peniche).

Talvez por todas estas qualidades a escola secundária de Peniche tenha dezenas de inscrições para esta disciplina não obrigatória.  Talvez estes motivos levem alunos de cursos profissionais a pedirem uma aula de EMRC, já que não têm a opção de a ter no seu horário. São estas as razões que levam adolescentes a dizer SIM à disciplina de EMRC, porque Ele nos mostra e é testemunho do rosto do Senhor das margens do Lago que nos fixa os olhos e chama a servir e amar. Motivos, estes que bastam, para repetir a inscrição nas aulas durante os 3 anos do ensino secundário e a pertencer ao grupo dos antigos alunos de EMRC da ESP, dizendo: “Aluno de Moral uma vez, aluno de Moral SEMPRE!”.
Obrigado e até sempre nosso querido professor Chico.

Alunos: Rita Santos
Antigos Alunos: Ricardo Ângelo; 
Ana Leonor Pacheco; 
Ana Tavares;
 Mariana Bento 
Raquel Nunes


sábado, 18 de outubro de 2014

AGIR contra a Pobreza

O 11.º LH1 levantou-se contra a pobreza, o 11.º LH2 e outros alunos deram os alimentos, o clube de voluntariado Missão Servir fez a sua distribuição, juntos marcaram a DIFERENÇA no Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza.   

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Parabéns Professor Chico

38 anos de Dedicação 
à disciplina de EMRC 
na
 Escola Secundária de Peniche

quarta-feira, 8 de outubro de 2014